SALMON IMPLEMENTA PLANO HACCP e FOOD DEFENSE

19 Jun 2019

A evolução do setor alimentar ao longo dos últimos anos obrigou as organizações a aumentar numa primeira fase o grau de exigência nos seus processos produtivos, e posteriormente em toda a cadeia de valor subjacente.

A circulação de informação sobre os produtos, da sua composição, e por vezes do método como são fabricados, tornou o consumidor mais exigente e seletivo no processo de escolha no ponto de venda.

Fruto deste conjunto de novos desafios, as empresas do setor sentiram necessidade de reforçar a questão da higiene e segurança alimentar em toda a sua cadeia de fornecimento. Tornou-se imperativo determinar a análise de risco e definir medidas de controlo específicas para promover a aquisição de produtos com um determinado nível de confiança. Foi neste sentido que a Salmon avançou com a implementação na sua organização do sistema HACCP (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controlo) formalizado pelo Codex Alimentarius. De modo a salvaguardar todos os riscos e perigos, optámos igualmente por adotar o conceito de Food Defense, acautelando assim possíveis ações de contaminação intencional e maliciosa, de sabotagem ou de bioterrorismo. No âmbito dos dois conceitos enunciados anteriormente, enumeramos de seguida algumas das medidas implementadas, tais como:

  • Novo sistema de lâmpadas leds na zona alimentar, eliminando o risco de quebra e uma possível contaminação dos produtos. Mais e melhor iluminação de toda a área envolvente promovendo assim a saúde dos colaboradores através da redução de contrastes e reflexos prejudiciais;
  • Plano de higienização com produtos de limpeza indicados para utilização em zonas de armazenagem de géneros alimentícios;
  • Controlo de pragas reforçado com posições interiores e exteriores ao armazém;
  • Criação do registo de visitantes para o armazém, garantindo assim um maior controle das entradas de todos os que são externos à organização. As visitas são acompanhadas a tempo inteiro por um colaborador interno;
  • Sinalização dos acessos proibidos a qualquer elemento exterior à organização, limitando a acessibilidade a determinadas áreas onde há maior vulnerabilidade do produto;
  • Proteção dos produtos transportados através de um correto acondicionamento dos mesmos, tanto à receção em armazém como no momento de expedição para o cliente.

Esta iniciativa, não sendo de carácter obrigatório no enquadramento do seu negócio, permite à Salmon dar assim mais um passo na garantia da qualidade dos seus produtos e do serviço prestado, manifestando confiança num setor no qual é uma referência há vários anos, através de um alargado portfolio de produtos.

Certificação HACCP e Food Defense

RETURN TO MEDIA RELEASES